terça-feira, 11 de novembro de 2014

Por que não tu ?


Por que não tu, se a traição atinge
outros mais inocentes e mais justos?
Que halo ou escudo de metal robusto,
que fortaleza, que feroz esfinge,

armada em teu quintal, te salvaria
as costas de machados, lanças, flechas
e espadas afiadas que nas brechas
da confiança o traidor te enfia?

Sabes ver a mentira num sorriso?
E no olhar, reconheces um ardil?
Sentes na mão que apertas o punhal?

Um riso sedutor é como o guizo
da cascavel oculta no gentil
"amigo", tão simpático ...  e venal.

Nenhum comentário: