quarta-feira, 30 de julho de 2014

Secreto remédio


Remendar em segredo um verso falho
é o meu remédio contra o caos e o tédio.
Assim agindo, luto e venço o assédio
do maçante ou do trágico, e gargalho
debochado, sem pejo nem respeito.
Sou crente apenas neste deus privado
que co'uma frase já me põe armado
e vencedor num mundo tão mal feito.
Arrancar a palavra da armadura
que oculta seu anseio de costura
é trabalho infernal, mais que difícil.
Porém, se em volta explode enfado ou míssil,
danem-se todos. Faço até gracejo,
me inspiro no estilhaço e já versejo.

Nenhum comentário: