quarta-feira, 24 de julho de 2013

Domingo


É teu coração quem comanda a chuva e o sol.
É dele o maquinário que fabrica
o mais bonito ou terrível domingo.

E hoje o dia tornou-te um aquário 
a vazar desespero 
pelos vidros rachados
de tão cheio
com teus tantos naufrágios.

Temes o futuro maldizendo o passado
e suportas no presente um impasse.

Teus humilhados grãos de areia
já fogem dos cones da ampulheta
e se dispersam no vento,
invejando os oceanos
onde não navegarás.

No entanto, estes mares arrogantes
que te negam
até mesmo o sal
seriam charcos ordinários
quando comparados
às águas
de teus sonhos 
magistrais.
 

quarta-feira, 3 de julho de 2013

A forma


Quando a poesia te abandona
e o planeta se transforma 
numa tosca e rasa bola
onde a estrela é mero astro,
floresta é mato e chuva é água,
aceita o exílio e não força
um poema obrigatório;

- sê paciente e estuda a forma -.