sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Quando transbordo
de emoção,
me recolho à poesia,

e derramo no poema
a dor e a alegria
que vazam do coração.