sábado, 22 de agosto de 2009

Protesto


Eu vivo e sofro
a dor, a angústia, o medo e o castigo
no exato momento em que acontecem.
Mas do prazer e da alegria só consigo
ter na memória a lembrança
de já os ter tido.

Oh, sectária ponte
entre o que eu sinto
e a informação elaborada pelo cérebro:
se de gozo e riso
só tenho juízo após perdidos,
porque me dás consciência na hora do inferno ?

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Âmago


Escorre o tempo,
                fogem as horas,
                                morrem os dias ...

Mas por dentro,
é sempre o mesmo:
               é sempre o rio cíclico a correr sobre as pedras doloridas.