domingo, 24 de fevereiro de 2008

Vário


É pouco.
É muito pouco.
É quase nada
o que eu mostro
do meu âmago
no convívio com todos.

É menos do que um osso
que eu jogue
para os cachorros.

Mas não me basta
apenas esta máscara;
na parte de dentro
escondo melhores
e piores outros.

Nenhum comentário: